Monetiza websites com Google AdSense? Saiba como declarar os rendimentos às finanças.

Apesar de estar incluído na categoria de “Dicas de programação”, este artigo aborda uma questão financeira/fiscal ao invés de técnica, mas que é frequentemente algo que os programadores, e quem trabalha na web, necessita de saber.

Cada vez há mais particulares e empresas a monetizar websites de conteúdo com recurso ao programa Google AdSense. Nós fazemo-lo aqui na Webdados.

O que quase ninguém sabe, sendo pergunta recorrente (e sem resposta concreta) nos seminários organizados pela Google a que assistimos regularmente aqui em Portugal, é como é que se declaram estes rendimentos ao estado, ou melhor, às finanças portuguesas.

Há quem defenda a não obrigatoriedade de declaração destes ganhos, o que é completamente errado. Quem não o fizer está a cometer um crime de fraude fiscal.

Qual é então a solução? Como se declaram os ganhos AdSense em Portugal?

Se é particular e não tem actividade aberta, vai ter de abrir. Não há outra forma.

Segundo o gabinete de contabilidade com quem trabalhamos, dado que a transferência bancária é efectuada pela Google Ireland, é a eles que deve ser emitida a factura.

Como se tratam de transacções intracomunitárias, e ao abrigo artigo 6º do Código do IVA, não se aplica este imposto, ficando assim todo o valor disponível ao invés de termos de entregar 23% ao estado.

Os dados de facturação são os seguintes:

Google Ireland
Gordon House,
Barrow Street,
Dublin 4,
Ireland

VAT number:
IE6388047V

Toca a facturar!

 

Nota: A informação contida neste artigo é de caracter informativo e não vinculativo. Deve validar a melhor forma de actuar junto de um contabilista.

Ainda sem comentários.

Deixe uma resposta

*